Rio CVB realiza balanço de 2017 e já projeta 2018: “desafios redobrados”

Notícias recentes sobre o que acontece de mais importante voltar

Sonia Chami, presidente do Rio CVB

O fim de ano está próximo, hora de fazer o balanço de 2017 e já projetar 2018. A promessa é de mais 12 meses de grandes desafios, não só para a cadeia turística, como para todas as outras áreas de comércio e serviço no Brasil. O Rio Convention & Visitors Bureau, liderado pela presidente-executiva Sonia Chami, acredita que, com o mercado de viagens aquecido, haverá a oportunidade de fortalecer o setor produtivo de toda a indústria, comércio e turismo.

“Entramos em 2017 cientes de que o ano seria repleto de desafios e aprendizagens, principalmente por ser um ano pós Olímpico. Passada a euforia dos Jogos, o Rio de Janeiro viveu um período delicado, com a crise política, segurança e instabilidade econômica, porém temos um grande trunfo nas mãos, que se chama Turismo. O Rio é o destino brasileiro que, durante todo o ano, abre as portas do país para milhares de visitantes estrangeiros. É ele que em 2016 recebeu 5,3 milhões de turistas brasileiros, representando a liderança do turismo nacional”, disse.

De acordo com a presidente do Rio CVB, os números mostram que o caminho é o certo, mas que é necessário um esforço conjunto para alavancar, ainda mais, o segmento turístico. “Para 2018 os desafios serão redobrados, principalmente se levarmos em consideração as projeções do governo sobre o crescimento da economia, estimada em 2,50%. Com o mercado de viagens aquecido, tanto pelo cenário econômico esperado quanto pelo sistema do visto eletrônico, teremos a oportunidade de fortalecer o setor da indústria, comércio e turismo, estimular a geração de empregos e de recursos que possibilitem consolidar o Rio entre os principais destinos turísticos mundiais.”

 

Fonte: Mercado e Eventos