Ministério da Cultura apresenta o calendário Rio de Janeiro a Janeiro

Notícias recentes sobre o que acontece de mais importante voltar

 

O Ministério da Cultura (MinC) divulgou, no dia 02, durante coletiva de imprensa no Museu de Arte do Rio (MAR), a lista final de eventos que integram o programa Rio de Janeiro a Janeiro, realizado por meio de parceria entre o Governo Federal, a Prefeitura do Rio e o Governo do Estado. Dos 831 projetos avaliados, 154 foram classificados pelo impacto e retorno econômico e social, segundo avaliação da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Foram levados em consideração os seguintes critérios: potencial de impacto no turismo, na geração de renda e emprego, na atração de investimento e na inclusão social; além do potencial de expansão e de continuidade. Os 154 projetos com as melhores avaliações serão chancelados pelo programa e participarão de rodadas de pitching com as empresas estatais, quando poderão apresentar suas ideias em busca de patrocínio. A previsão é de que estes eventos injetem até R$ 13,2 bi na economia fluminense, gerando 351 mil empregos e R$ 773 milhões em tributos, para um investimento previsto de R$ 1,06 bilhão na realização.

Entre os 154 melhores avaliados, 62% são culturais, 26% são esportivos e 12% são corporativos. A maioria (128) vai acontecer na cidade do Rio de Janeiro, o que representa 83% do total. Outros 26 estão nas agendas do interior do estado (17%).

O programa Rio de Janeiro a Janeiro visa contribuir para a revitalização econômica do estado por meio do apoio à realização de eventos capazes de atrair investimentos e turistas. Segundo estudo da FGV, um incremento de 20% no fluxo de turistas tem um impacto de R$ 6,1 bilhões na economia do estado e gera ao menos 170 mil novos empregos. O Governo Federal vai investir R$ 150 milhões nos eventos selecionados, por meio de patrocínios de empresas estatais e das leis federais de Incentivo.

Fonte e foto: MinC